Alocação de Recursos de uma Rede Óptica Passiva BS-OFDMA-PON usando Otimização Multiobjetivo

Nome: Jardel Terci Flores
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 18/12/2020
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Helder Roberto de Oliveira Rocha Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Daniel José Custodio Coura Examinador Externo
Helder Roberto de Oliveira Rocha Orientador
Jair Adriano Lima Silva Coorientador
Reginaldo Barbosa Nunes Examinador Externo

Resumo: Com o crescimento da demanda de tráfego de Internet pelos usuários e aumento da necessidade de taxa de transmissão pelas aplicações, faz-se necessário o uso eficiente e econômico da largura de banda em redes ópticas, o qual desempenha um papel importante na melhoria do fornecimento de serviços. A escalabilidade é um importante requisito necessário para atender esta demanda. Para atendê-lo, pode-se prover o acesso múltiplo por meio da técnica de multiplexação OFDMA (Orthogonal Frequency Division Multiple Access), a qual permite uma alocação de largura de banda flexível, além de ser uma eficiente solução para a interferência intersimbólica. Por meio da variação da relação sinal-ruído óptica OSNR (Optical Signal to Noise Ratio), da ordem de modulação por subportadora e da largura das sub-bandas das ONUs (Optical Network Units), este trabalho abordou este importante requisito na arquitetura BS (Bandwidth Scalable)-OFDMA-PON (Passive Optical Network) na comunicação downlink, por meio da otimização de parâmetros via algoritmo Multi-Objective Grey Wolf Optimizer. Os resultados obtidos pela simulação numérica em enlaces ópticos que variam de 20 a 40 km demonstraram a optimização dos recursos alocados à rede de modo a atender 16 ONUs e 32 ONUs com taxas de transmissão individuais iguais a 1Gbps, mediante a adoção de mapeamentos 4, 8, 16, 32 e 64-QAM e OSNR variando entre 1 e 50 dB. No primeiro caso, 43,17 % das subportadoras úteis foram alocadas para possibilitar a taxa de transmissão de 1 Gbps para todos os usuários, para o maior OSNR encontrado, enquanto na segunda situação 68,55% foram alocados.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910