Identificação de Pacientes Com Diabetes Baseada na Variabilidade da Frequência Cardíaca

Nome: Thiago de Aguiar Caloti
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 13/05/2013
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Mario Sarcinelli Filho Co-orientador
Rodrigo Varejão Andreão Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Evandro Ottoni Teatini Salles Examinador Interno
Mario Sarcinelli Filho Coorientador
Outro Departamento Examinador Externo
Rodrigo Varejão Andreão Orientador

Resumo: O diabetes mellitus (DM), usualmente referido como diabetes, é uma doença crônica caracterizada por hiperglicemia e leva a complicações específicas a longo prazo: retinopatia, neuropatia, nefropatia e cardiopatia. A análise da variabilidade da frequência cardíaca (VFC), sendo uma ferramenta não invasiva, tornou-se um método amplamente empregado em pesquisas para avaliar a atividade do sistema nervoso autônomo(SNA). A frequência cardíaca (FC) é sinal biológico que está em constante mudança. Essas mudanças podem ser um indício de doença ou servir como um indicativo de iminentes doenças cardiovasculares.
Neste trabalho, analisam-se sinais de VFC de 360 indivíduos saudáveis e 360 indivíduos diabéticos, usando métodos no domínio do tempo, no domínio da frequência e técnicas não lineares. Os resultados mostram que os índices do domínio do tempo(RRmean, SDNN, RMSSD, PNN50, e Δindex ), no domínio da frequência (VLF, LF, HF, HFnorm e LF/HF) e os índices não lineares (ApEn, SampEn, SD1, SD2, s, α1, FD, REC, DET, Lmean, Lmax e ShanEN) são clinicamente significativos na identificação de pacientes com diabetes. O sistema de diagnóstico protosto classifica indivíduos saudáveis com DM, com acurácia de 75.69%, especificidade de 80.56% e sensibilidade de 70.83%.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910